pg-nmga

Cooperativa Vinícola Aurora se reinventa rumo ao centenário, por Renê Tonello

Publicado em 09/02/2024 10:54

Imigrantes do norte da Itália chegaram em 1875 à Serra Gaúcha. Mas foi em 1931 que 16 famílias de produtores de uvas se reuniram em Bento Gonçalves/RS para lançar o que é hoje a maior cooperativa vinícola do Brasil, com mais de 1,1 mil famílias cooperadas. Certamente, os fundadores não imaginavam que a empreitada seria tão exitosa e impactaria positivamente a vida de tantas pessoas, tantas cidades, tantos mercados.

No próximo dia 14 de fevereiro, a Cooperativa Vinícola Aurora celebra 93 anos consolidada como líder nacional nas categorias vinhos finos, suco de uva integral e coolers, além de uma das maiores produtoras de uva do Rio Grande do Sul, com cerca de 10% do volume total colhido no Estado.

Ainda assim, com quase 100 anos de existência, continuamos evoluindo, aprendendo e agindo para garantir os nossos valores, qualidades, e pensando nas futuras gerações. Estamos sempre atentos aos aprimoramentos técnicos de cultivo e manejo na produção da uva, fruta que alimenta toda a nossa cadeia operacional, da produção à comercialização. Além disso, nosso compromisso se estende à sociedade.

Construímos nossa história com acertos e, inevitavelmente, aprendemos com erros. Há um ano, um acontecimento envolvendo nossa relação com a empresa Fênix, terceirizada responsável pelo fornecimento de mão de obra temporária, nos entristeceu profundamente. A Aurora absolutamente não aceita e não compactua com este tipo de acontecimento. O trabalho digno e decente é sagrado.

Mesmo que de forma involuntária e indireta, violar esse princípio nos trouxe uma profunda reflexão. Transcorrido um ano desse lamentável episódio, seguimos atuando fortemente na implementação das melhores práticas trabalhistas, sociais e, principalmente, humanas em nossa cadeia produtiva.

Transformações

Para uma empresa como a Cooperativa Vinícola Aurora é necessário aliarmos tradição à modernidade com foco em três grandes pilares: ESG (Ambiental, Social e Governança, na tradução para o português), Boas Práticas Agrícolas (BPA) e Compliance.

Se por um lado é preciso reconhecer que a transição para práticas mais sustentáveis revela desafios, como os custos iniciais, a resistência cultural e a necessidade de educação continuada, por outro lado, trilha o caminho do compromisso com o bem-estar social. Representa também oportunidades para inovação e diferenciação. Isso porque investidores, financiadores, clientes e consumidores valorizam organizações comprometidas com a sustentabilidade, proporcionando maior acesso ao capital.

Um estudo da Morgan Stanley Capital International, de 2023, descobriu que, entre 2010 e 2020, as empresas com pontuações ESG mais altas superaram as empresas com desempenho ESG inferior em termos de retorno total, confirmando os efeitos financeiramente significativos das boas práticas. Ou seja, empresas comprometidas com o meio ambiente, responsabilidade social e governança, além de contribuírem para o bem comum, geram mais lucros.

Diante da necessidade de acompanhar a tendência do atual contexto empresarial, a Vinícola Aurora articulou, em outubro de 2023, a implementação de ações e programas de suas estratégias de ESG. A primeira fase da implantação, constituída de análises voltadas ao diagnóstico, será realizada até o próximo mês de março. Uma assessoria especializada, juntamente com o Comitê de Sustentabilidade da Cooperativa, conduzirá a coordenação e a avaliação de materialidade em temas ESG dentro das práticas de recomendação nacional, formulando os planos de ação a serem executados.

Além disso, a Vinícola Aurora firmou uma parceria com a Escola de Negócios da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), que está fazendo a revisão e o aperfeiçoamento das normas de compliance e integridade, especialmente nos processos que regulam as relações com colaboradores, parceiros e terceirizados. As etapas anteriores do plano, que está na fase final, alcançaram o diagnóstico de todos os processos internos e externos da empresa. A previsão é concluir o trabalho até janeiro de 2025.

Já o programa “Boas Práticas Agrícolas” foi iniciado em abril de 2023, com capacitações, orientações e inspeções dos viticultores cooperados, em 11 municípios da Serra Gaúcha. A implementação das melhores práticas de trabalho decente na agricultura familiar, orientadas nas normas da Organização Internacional do Trabalho (OIT), foram concluídas em outubro 2023. Até o próximo mês de março, as propriedades familiares estão sendo monitoradas para controle dos processos e instalações, e passarão por auditorias externas. Para essa tarefa, além da qualificação da equipe Agrícola da empresa, foram contratados profissionais especializados nesse tipo de projeto.

A estratégia da Cooperativa Vinícola Aurora é uma jornada de transformação dos negócios e envolve a construção de um mundo inclusivo que garanta qualidade de vida para todos. Com uma abordagem mais sustentável e consciente, unindo meio ambiente, sociedade e governança corporativa, a empresa se aproxima de seu centenário com as vivências de um negócio tradicional e o entusiasmo de uma marca moderna.

* Renê Tonello é presidente da Cooperativa Vinícola Aurora

Já segue nosso Canal oficial no WhatsApp? Clique Aqui para receber em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Por:
Renê Tonello

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário

    pg-nmga Mapa do site