jackpotcitycasino

Caminhoneiros liberam Via Dutra após breve bloqueio; problema na indústria de carnes se agrava

Publicado em 27/02/2015 18:00

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - Caminhoneiros liberaram a rodovia Presidente Dutra após um bloqueio parcial da estrada por pouco mais de uma hora na tarde desta sexta-feira, informou a concessionária CCR Nova Dutra, no primeiro protesto na importante ligação entre São Paulo e Rio de Janeiro desde que começou o movimento grevista, que entrou em seu décimo dia.

O protesto começou às 15h30 na altura do km 228, em São Paulo, no sentido Rio de Janeiro, provocando três quilômetros de lentidão, e por volta das 17h já havia terminado, segundo a concessionária.

Mais cedo, as estradas federais brasileiras tinham 59 interdições devido aos bloqueios de caminhoneiros, um número menor do que o registrado na véspera, quando o governo anunciou que começaria a multar manifestantes.

A Polícia Rodoviária Federal registrava bloqueios em cinco Estados nesta manhã (Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Ceará), ante 88 interdições na noite anterior em seis Estados.

Os caminhoneiros que continuarem bloqueando rodovias do país poderão ter de pagar multas judiciais de 5 mil a 10 mil reais por hora, disse na quinta-feira o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

Segundo boletim desta manhã da Polícia Rodoviária Federal, 25 autuações foram realizadas no Paraná e uma no Rio Grande do Sul. Em Mato Grosso do Sul, policiais prenderam uma pessoa --o relatório não detalha as circunstâncias da prisão.

Os bloqueios estão prejudicando o transporte de mercadorias e afetando, principalmente, as indústrias de alimentos.

Os problemas para a indústria de carnes de frango e suínos se agravaram, com 60 unidades industriais de processamento "parando" devido aos protestos dos caminhoneiros, que afetam principalmente o Sul do país, afirmou o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra.

O abastecimento interno e externo de carnes também está prejudicado, disse Turra.

A BRF, uma das principais empresas de alimentos do mundo e maior exportadora de carne de aves do país, está tendo dificuldades para cumprir alguns embarques programados para o exterior devido a protestos de caminhoneiros que bloqueiam as estradas neste mês, disse o presidente do Conselho de Administração da companhia, Abilio Diniz, nesta sexta-feira.

No meio da semana, a companhia informou que outras unidades produtivas, especialmente na região Sul, foram afetadas pelos bloqueios das rodovias brasileiras. Por causa disso, em muitas delas a operação passou a ser parcial.

Outra companhia do setor de carnes, a JBS, informou nesta semana a suspensão das atividades em oito unidades.

O protesto dos caminhoneiros, que buscam redução do custo com diesel, além de melhores condições de frete, também afeta outras empresas e setores, como o abastecimento de combustíveis.

(Por Roberto Samora, com reportagem adicional de Marcelo Teixeira)

Já segue nosso Canal oficial no WhatsApp? Clique Aqui para receber em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário

    jackpotcitycasino Mapa do site