aceodds

Milho na B3 fica entre R$ 81 e R$ 83 nesta 4ªfeira com pressão de oferta

Publicado em 29/03/2023 16:48
Chicago fecha em campo misto esperando o USDA

Logotipo aceodds

A quarta-feira (29) chega ao final com os preços futuros do milho contabilizando novas movimentações negativas na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações flutuaram na faixa entre R$ 81,30 e R$ 83,46. 

O vencimento maio/23 foi cotado à R$ 82,10 com queda de 0,48%, o julho/23 valeu R$ 81,41 com desvalorização de 0,79%, o setembro/23 foi negociado por R$ 81,30 com perda de 0,55% e o novembro/23 teve valor de R$ 83,46 com baixa de 0,70%. 

Para o analista de mercado da SAFRAS & Mercado, Paulo Molinari, a continuidade do recuo das cotações é reflexo direto da opção dos produtores brasileiro sobre como avançar com a comercialização da safra de soja. 

Ele explica que a opção do produtor tem sido segurar volumes de soja e para isso, abrir espaços em armazéns e silos, colocando mais volumes de milho no mercado e pressionando os preços com esta oferta adicional. 

No mercado físico brasileiro, o preço da saca de milho a quarta-feira também foi negativa. O levantamento realizado pela equipe do aceodds não encontrou valorização em nenhuma das praças, mas percebeu desvalorizações em Não-Me-Toque/RS, Castro/PR, Palma Sola/SC, Sorriso/MT, Maracaju/MS, Campo Grande/MS, Campinas/SP e Porto de Santos/SP. 

Confira como ficaram todas as cotações nesta quarta-feira 

De acordo com a análise diária da Agrifatto Consultoria, “o milho segue perdendo forças no mercado físico, devido à redução da demanda e avanço da colheita, o que faz com que o cereal seja comercializado na média de R$ 83,50/sc em Campinas/SP”. 

Mercado Externo 

Já a Bolsa de Chicago (CBOT) finalizou as atividades desta quarta-feira com os preços internacionais do milho futuro flutuando em campo misto, com altas para as posições curtas e perdas para as mais longas. 

O vencimento maio/23 foi cotado à US$ 6,50 com elevação de 3,25 pontos, o julho/23 valeu US$ 6,30 com ganho de 1,00 ponto, o setembro/23 foi negociado por US$ 5,79 com queda de 1,25 pontos e o dezembro/23 teve valor de US$ 5,70 com baixa de 1,75 pontos. 

Esses índices representaram altas, com relação ao fechamento da última terça-feira (28), de 0,46% para o maio/23 e de 0,16% para o julho/23, além de perda de 0,17% para o setembro/23 e de 0,35% para o dezembro/23. 

Segundo informações da Agência Reuters, o milho se moveu ligeiramente nesta quarta-feira, enquanto o mercado se posiciona antes do relatório anual de intenções de plantio do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) de sexta-feira. 

Paulo Molinari comenta que o consenso do mercado aponta para intenção de plantio de 91 ou 92 milhões de acres, o que aumentaria a produção de milho norte-americana sem diminuir área de soja. 

Já segue nosso Canal oficial no WhatsApp? Clique Aqui para receber em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
aceodds

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário

    aceodds Mapa do site